BluePlant ganha novas funcionalidades em sua versão 2018

BluePlant ganha novas funcionalidades em sua versão 2018

21 Ago 2018

Solução para supervisão, controle e aquisição de dados, o BluePlant ganhou novos recursos em sua versão 2018. Agora, o software SCADA da Altus conta com depuração em scripts para inserção de Breakpoints e uma biblioteca completamente remodelada com novos símbolos e objetos para maximizar sua experiência na criação de telas. Além disso, o software também passa a ter suporte aos protocolos OPC UA Client e SNMP Manager, banco de dados SQL nativo e mapas com georeferenciamento.

Estas novas características, aliadas à flexibilidade e capacidade de customização da plataforma, dão ainda mais fundamento para o BluePlant se colocar como uma solução versátil para processos dos mais variados segmentos da indústria, como Óleo & Gás, Energia Elétrica, Agroindústria, Alimentício, Saneamento, Transportes, entre outros. O software também permite que usuários possam se conectar remotamente para desenvolver sua programação ou trabalhar de forma colaborativa com outros desenvolvedores, simultaneamente. Esse recurso agiliza o desenvolvimento da aplicação e dá mais confiabilidade e segurança ao sistema.

Arquitetura modular e alta disponibilidade para processos críticos

Seu sistema de servidores redundantes permite que dois computadores distintos executem simultaneamente uma aplicação em uma topologia hot-standby. Toda a configuração de redundância é automática no próprio aplicativo, sendo necessário determinar os endereços de IP das estações primária e secundária. Nesta topologia, um computador em estado de espera (standby) é mantido em conjunto com o computador rodando a aplicação ativa. Se um erro de hardware ocorrer, o servidor em espera assume o controle automaticamente sem paradas no sistema ou perda de dados.

Economia e agilidade para o comissionamento de projetos

O BluePlant disponibiliza, de forma integrada, painéis de controle dedicados para a análise e verificação de problemas e otimização de desempenho. Através dos painéis de usuário, pode-se verificar intervalos de tempo e consumo de processamento de drivers, módulos e outros componentes que estão sendo utilizados. Estas ferramentas permitem maior precisão nos diagnósticos e redução do investimento em horas de engenharia para o comissionamento e depuração do sistema de aquisição e supervisão em projetos de automação e controle de processos.

Quer saber tudo sobre o BluePlant e ainda ter a possibilidade de testar a ferramenta? Clique aqui e baixe a versão de avaliação do software HMI/SCADA da Altus.