Depois de 45 dias, P-67 chega à Baia de Guanabara

Depois de 45 dias, P-67 chega à Baia de Guanabara

23 Jul 2018

A P-67, uma das plataformas da Petrobras automatizadas pela Altus, chegou à Baía de Guanabara na última quarta-feira (18). Construída e comissionada no Estaleiro COOEC, em Shandong, na China, a FPSOs (sigla em inglês para Unidade Flutuante de Armazenamento e Transferência) foi rebocada pelo navio Boka Vanguard durante 45 dias até chegar ao Rio de Janeiro/RJ. Depois de passar por todos os testes de comissionamento, a plataforma seguirá para a Bacia de Santos, onde será instalada no campo de Lula Norte.

Com 353 mil toneladas, 288 metros de comprimento, 54 metros de largura e 31 metros de altura, a P-67 pode produzir 150 mil barris de petróleo e seis milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. Esta é, basicamente, a mesma capacidade de P-58 e P-66, duas das unidades mais produtivas do Brasil e que também operam com base em nossas soluções de Óleo e Gás. Segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo), somadas, as duas unidades representam cerca de 15% de todo o óleo extraído nos campos do Pré-sal.

Clique aqui e veja mais.