Revisando nossos planos

Revisando nossos planos

10 Jan 2019

Como é de praxe, todos os anos, do mês de outubro até o final de dezembro, executamos um processo de revisão de nossos planos. É um processo prazeroso, através do qual buscamos a participação direta de todos nossos colaboradores. Participação esta que habilita todo "nosso time" a executar o que foi planejado, tendo plena consciência de onde queremos chegar. 

A visão comum e compartilhada é uma das principais referências da Altus. Entendo que todo planejamento top down sem uma participação efetiva de quem executará os planos tende a apresentar resultados menos profícuos que um processo de planejamento realizado com a participação do grupo de colaboradores. Não tenho dúvidas de que este engajamento é necessário para que possamos construir propósitos comuns ao grupo de pessoas que tem "desenhado" o caminho da Altus para o futuro.

Ao longo destes três meses de planejamento, utilizamos outputs de diversos trabalhos e atividades executadas durante o ano. As análises realizadas durante nossas Reuniões Gerais de Acompanhamento (RGAs), as Avaliações de Desempenho Individuais, nossa Pesquisa de Clima, as Análises Críticas do processo de comercialização, o resultado do trabalho de Desenvolvimento de Lideranças, as respostas obtidas nas dinâmicas realizadas durante o "Papo de CEO" de dezembro, as experiências trocadas e as conclusões que chegamos durante nosso Evento Comercial Anual realizado em dezembro passado e outras tantas mais serviram de insumo para que pudéssemos revisar e conceber nossos planos para os próximos anos e, em especial, para 2019.

Reforço que nada daqui foi concebido por uma mente brilhante, mas pelo trabalho árduo, qualificado, intenso e maduro de meus colegas na Altus.

Reavaliamos os planos da empresa em três dimensões: estratégica, tática e operacional, executando o fluxograma abaixo:



O produto deste trabalho de planejamento reforçou nossos princípios, manteve nossa visão e nosso negócio e demandou pequenas alterações em nossa missão. Ele também consolidou nossa estratégia para os próximos anos e estabeleceu diretrizes e planos táticos para 2019. Promovemos, também, a partir da análise de 2018, mudanças na estrutura da área comercial visando uma maior sinergia entre Comercial, Marketing, Propostas e Suporte Técnico, a fim de aperfeiçoar nosso atendimento. Além disso, o que discutimos e concebemos ao longo do processo foi um guia na construção de nosso orçamento operacional e de investimentos para o ano que se inicia. Foi também parâmetro para o estabelecimento de premissas para as projeções de desempenho de longo termo da Altus.



Buscamos uma empresa que cresça com resultados, atuando no Brasil e buscando canais no exterior para a distribuição de seus produtos; uma empresa que tenha receitas de projetos de integração qualificados equilibradas à receita da venda de produtos; uma empresa que dê continuidade à otimização de seu portfólio e que esteja atenta e atue com novas tecnologias.



Durante 2018, o fizemos. Agora, ao longo de 2019, iremos reforçar os conceitos de uma cultura voltada para nosso principal ativo: os clientes. A principal vantagem competitiva da Altus tem sido nossa capacidade de atender nossos clientes de forma diferenciada, e isto deve ser amplificado.



Associado a um momento de esperança pelas mudanças que se avizinham em nosso país, e tendo como "pano de fundo" o que descrevemos acima, não tenho dúvidas de que conduziremos a Altus para um futuro próspero, com propósitos claros e uma visão comum entre todo nosso time.

Que venham os novos desafios, pois nos planejamos para eles... 


Fabiano Favaro, Diretor Executivo

Sobre o autor

Fabiano Favaro entrou para a família Altus em 2000 como supervisor financeiro. Depois de traçar uma bela trajetória na área financeira, passando por cargos de gerência e diretoria, chegou à posição de Diretor Executivo (CEO) que ocupa desde 2016.