Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso

A Altus realiza o processo de modernização do complexo de usinas da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (CHESF) formado por Paulo Afonso I, II e III. Ao todo, são 13 máquinas geradoras, produzindo uma potência total de 1.56GW. Esse é um dos maiores complexos produtores de energia no Brasil, a partir da força das águas do Rio São Francisco, no município de Paulo Afonso, no estado da Bahia.

A primeira unidade geradora modernizada entrou em operação em 2008. O projeto iniciado em 2005 prevê o começo das demais operações até 2012. A Altus é uma das poucas empresas brasileiras que possui know how para automação de complexos energéticos de grande potência, como esse.
O avançado sistema conta com Controladores Programáveis modelo AL-2004 fabricados pela Altus, sincronizados via GPS e interligados em rede fast ethernet redundante em topologia de duplo anel óptico. A empresa fornece o projeto executivo, o sistema de aquisição, supervisão e controle, quadros de distribuição em 125Vcc, 220Vca e 440Vca e  CCMs e cubículos de média tensão de 13,8kV. Além disso, serviços de desmontagem e montagem dos equipamentos com o fornecimento dos cabos de força, cabos de controle e confecção das vias em leitos e eletrodutos.

Esse processo de modernização faz parte do esforço da Eletrobras, em conjunto com a CHESF, de automatização das usinas para melhorar a qualidade e a confiabilidade da energia. O objetivo é diminuir as possibilidades de apagões de energia, problema que o Brasil já enfrentou no passado.
A partir da modernização desenvolvida pela Altus, é possível monitorar todo o complexo através do Centro de Operações da CHESF, localizado em Recife, cerca de 500 km do complexo energético de Paulo Afonso. Assim, as análises e tomadas de decisões podem ser feitas em tempo real, garantindo o acompanhamento integrado do complexo.

Faça o download do Currículo de Aplicação desse projeto (UHE Paulo Afonso).