P-66 deixa Angra em direção à Bacia de Santos

Fonte:Petrobras.

O casco da P-66, primeira plataforma da Petrobras com o casco totalmente construído em território brasileiro, saiu, na manhã do último sábado (04/02), do estaleiro Brasfels, localizado na cidade de Angra dos Reis/RS, em direção à Bacia de Santos para iniciar suas operações. A FPSO, primeira da série de oito replicantes que estão em construção para atuar na região do Pré-sal, teve os sistemas de Hull (casco) e Top-side desenvolvidos e implementados pela equipe de engenharia da Altus. O empreendimento utiliza os controladores programáveis da Série Nexto, operando em modo redundante, as unidades terminais remotas da Série Hadron Xtorm, remotas PROFIBUS da Série Ponto, além de uma grande variedade de equipamentos e componentes presentes no mix de produtos da empresa.

Com capacidade para produzir até 150 mil barris de petróleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, a plataforma P-66 irá operar no campo de Lula, módulo Lula Sul, quadrante do Pré-sal integrante da Bacia de Campos. A região é operada pela Petrobras (65%) em parceria com a BG E&P Brasil (25%) e a Petrogal Brasil (10%).

A P-66 terá a função de separar o óleo do gás e da água durante o processo de produção, armazená-lo nos tanques de carga para, finalmente, transferi-lo para navios petroleiros, que serão os responsáveis pelo seu transporte. A unidade produzirá por meio de dez poços produtores e oito poços injetores e terá capacidade para processar 150 mil barris de óleo por dia (bpd) e 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.

Confira o vídeo da plataforma deixando o estaleiro: