TAF de novo sistema de fluxo contínuo da Bianchini é realizado pela Altus

Esta semana, recebemos a visita de três colaboradores da equipe de operação da Bianchini, Elcione Lemos Rosca, Maiker Garcia e Braulio Castro, para realização da etapa de TAF (Teste de Aceitação em Fábrica) da solução que irá modernizar o processo da Balança de Fluxo Contínuo, bem como toda a movimentação de produtos entre armazéns e píer, de sua unidade em Rio Grande/RS. A aplicação desenvolvida pelos especialistas do time de engenharia da Altus, em conjunto com a equipe de operação da Bianchini, irá utilizar duas das principais séries de produtos da empresa: os controladores programáveis da Série Nexto e o supervisório SCADA/HMI BluePlant. O sistema irá controlar de forma precisa os mais de 150 motores necessário para o fluxo de deslocamento dos produtos e matéria-prima transportados internamente e para cargas de navios no píer.

Com uma ampla base instalada na companhia sul-rio-grandense – cerca de 70% do processo produtivo da unidade opera e é controlado por meio de uma solução integrada implementada pela Altus –, a empresa, agora, tem o desafio de potencializar a capacidade de gestão operacional, entregando precisão, agilidade e completo monitoramento da logística interna da fábrica. Para isso, foi necessário a instalação de três painéis de automação, um em cada uma das torres do píer, uma placa de montagem e dois bastidores Nexto com UCPs NX3030 atuando em modo redundante, o que garante o funcionamento do sistema, mesmo que uma das UCP’s venha a falhar. Operando em conjunto, o hardware é responsável por controlar o movimento das esteiras de transporte que levam o material de uma área à outra da fábrica, elevadores, filtros e headers.

Toda a supervisão do processo, interface de controle entre o sistema e o usuário, será feita através do SCADA/HMI BluePlant, supervisório proprietário da Altus. Com telas dinâmicas, altamente detalhadas e de navegação intuitiva, o sistema dá ao seu operador uma visão completa da planta, permitindo que ele atue de forma efetiva e direta nos processos que demandem algum tipo de ação. Hoje, este mesmo sistema é responsável por controlar outros processos vitais para a produção da fábrica, como os sistemas de Extração, Secagem, Preparação, Moagem e Torres de Resfriamento.

A posta em marcha, próxima etapa do projeto, deverá acontecer entre os dias 20/2 e 05/03. Até lá, as equipes de especialistas das duas empresas seguem trabalhando em conjunto para garantir que o sistema esteja impecável quando for implementado, exercitando a sinergia e fortalecendo ainda mais já bem-sucedida parceria entre Altus e Bianchini.

A Bianchini

Com sede em Porto Alegre, a Bianchini é uma empresa nacional de capital fechado que atua no ramo industrial de extração de óleos vegetais, produção de farelos e biodiesel a partir do processamento da soja. A companhia possui duas fábricas localizadas nas cidades de Canoas e Rio Grande, no Rio Grande do Sul, que, juntas, têm capacidade de processar até 1,5 milhão de toneladas anualmente. Além disso, a empresa dispõe de um terminal marítimo e 11 postos de recebimento para armazenagem e distribuição de grãos espalhados pelas sete macrorregiões do estado.