P-58 segue como líder de produção no offshore brasileiro

No último mês, a ANP (Agência Nacional do Petróleo) divulgou os números atualizados da produção de petróleo nacional: são mais de 2,5 milhões de barris por dia, sendo que, quase metade dessa produção, 1,2 milhão de barris, é obtida por dez das 143 plataformas instaladas no offshore brasileiro. Instalada no Parque das Baleias, parte capixaba da Bacia de Campos, a P-58 é a mais efetiva desta lista, responsável direta por 6% da produção total do país. Automatizada pela Altus, a plataforma da Petrobras tem média diária de 158 mil barris de óleo e 4,7 milhões de m3/dia de gás natural.

Aproveitamento de gás natural também registra recorde 

Acompanhando os altos índices da produção de óleo, a exploração de gás natural também segue registrando recordes. Em agosto, o aproveitamento do gás natural no Brasil alcançou 97% do volume total produzido, superando o recorde registrado em setembro de 2016, quando o aproveitamento foi de 96,8%. A queima de gás totalizou 3,4 milhões de metros cúbicos por dia, uma redução de 19,8% se comparada ao mês anterior e de 31,8% em relação ao mesmo mês em 2016.

A principal contribuição foi a redução do gás queimado pela P-66, plataforma que tem os sistemas de Hull (casco) e Top-side desenvolvidos e implementados pela equipe de engenharia da Altus. Ainda em fase de comissionamento, a operação da plataforma contribuiu para o alcance destes níveis devido ao melhor aproveitamento do gás para consumo interno e o início da injeção de parte do gás produzido.