Série Hadron


A Série Hadron é composta por Unidades Terminais Remotas (UTR) e destina-se ao segmento de Energia Elétrica. É ideal para automação de subestações de energia e centrais elétricas, realizando supervisão e controle de sistemas de geração, transmissão e distribuição.

Suas remotas são modulares provendo flexibilidade à arquitetura, além de oferecer diversos tipos de pontos de E/S, como módulos de entrada para o registro de eventos digitais, módulos de saída com acionamento seguro do tipo CBO (Check Before Operate) e módulos de E/S de sinais analógicos, alcançando até 2048 pontos.

A remota pode comunicar-se com o centro de operação através do protocolo IEC 870-5-101, padronizado para a área de Energia Elétrica. A Série Hadron também disponibiliza os protocolos IEC 61850, IEC 870-5-104 e DNP 3.0.

Para interligação de equipamentos de campo, estão disponíveis os padrões Ethernet, Profibus-DP e  Modbus-RTU.

As remotas são facilmente configuradas através da ferramenta MasterTool Hadron XE HD8000. Além das operações de supervisão e telecomando, é possível implementar funções adicionais de intertravamento, para a execução de comandos automáticos a partir de condições específicas dos sinais de entrada.

Principais Características
  • Multiprocessadores com sistema operacional multitarefa
  • Comunicação com vários centros de operação
  • Base de dados com configuração individual para cada centro de operação
  • Protocolos mestre para comunicação com IEDs (Intelligent Electronic Devices), tais como MODBUS RTU e DNP
  • Protocolos escravos para comunicação com centros de controle, tais como DNP3 Ethernet e IEC 60870-5-104
  • Comunicação simultânea com múltiplos centros de controle
  • Sincronização através de receptores GPS (Global Positioning System)
  • Duas portas de comunicação serial incorporadas na remota
  • Permite acrescentar portas de comunicação serial adicionais
  • Aquisição e tratamento de entradas digitais e analógicas com várias opções de interfaces elétricas para os sinais de campo
  • Registro de eventos de variações em entradas digitais com data e horário associado com resolução de 1 ms
  • Comandos digitais com ou sem seleção - SBO (Select Before Operate)
  • Comandos analógicos
  • Entradas analógicas de 16bits com calibração, parametrização digital e canais isolados e configuráveis individualmente
  • Permite a expansão da capacidade de E/S da UTR utilizando até 4 bastidores de expansão, além do bastidor principal