FBs - Função 30 (PID)

1    Descrição da Aplicação

Este documento descreve a utilização do software WinProladder para configuração do CP da Série FBs.

O objetivo principal é orientar a configuração da Função 30 - Controle PID.

Para o entendimento total do funcionamento da ferramenta de configuração é recomendado que o manual do produto seja consultado.


2    Função 30 – PID

2.1    Inserindo a Função PID

- Para realizar a configuração do controle PID, devemos seguir os seguintes passos:

- Clicar no ícone para inserir a função. Selecione a função conforme abaixo ou digite 30 no campo Function Name.

- Clique em OK.

- A seguinte tela será apresentada:

- Onde:

TS: Tempo de calculo do PID dentro da função (0,01s)

SR: Primeiro registrador onde serão inseridos os parâmetros da função. São alocados 8 registradores onde cada um corresponde a um parâmetro. São eles:

SR+0: Variável utilizada pela função para calculo interno.

SR+1: Setpoint

SR+2: Valor de alarme alto (em relação ao setpoint). Valor acima ativa bit HAL.

SR+3: Valor de alarme baixo (em relação ao setpoint). Valor abaixo ativa bit LAL.

SR+4: Range de máximo de leitura

SR+5: Range mínimo de leitura

SR+6: Variável medida (Entrada da Função PID)

SR+7: Offset da variável analógica (EA)

OR: Variável de atuação (Saída da função PID)

PR: Primeiro registrador onde serão inseridos os parâmetros de processo. São alocados 7 registradores onde cada um corresponde a um parâmetro; São eles:

PR+0: Banda proporcional (PB) – em escala de % (0,1% ~ 500%)

PR+1: Ação integral (TI) – em escala de repetição/minuto (0.00 ~ 99.00 Repetição/minuto)

PR+2: Ação derivativa (TD) – em escala de minuto (0.00 ~ 99.00 Minuto(s))

PR+3: BIAS

PR+4: Limite integral elevado – geralmente se usa o valor 16383

PR+5: Limite integral mínimo – geralmente se usa o valor 0

PR+6: Método PID - = 0 método PI (Td=0)

                                    = 1 método PID (resultado não estável) 

WR: Primeiro registrador para controle interno da função. São alocados 7 registradores que não podem ser utilizados em outras partes do programa.

WR+0: Bit 0 =0 modo de operação manual

                      =1 modo de operação automático

 Bit 1 – Será =1 quando a função esta sendo resolvida

 Bit 2 – Transferência de BUMPLESS

 Bit 4 – Indicação do status "ERR"

 Bit 5 – Indicação do status "HÁ"

 Bit 6 – Indicação do status "LA"

WR+1: Registro do temporizador do laço

WR+2: Soma integral da ordem baixa

WR+3: Soma integral da ordem alta

WR+4: Variável utilizada pela função para calculo interno.


2.2    Programa exemplo

- Segue abaixo exemplo de lógica que pode ser utilizada:


- Foram adotados alguns valores: 


Ficou com dúvidas? Então clique no botão abaixo e fale com a gente!

ENVIE SUA DÚVIDA

Esta publicação foi relevante para você? Avalie o material para que possamos continuar melhorando.

Clique para gravar a avaliação
Gostou? Então compartilhe



Assine nossa newsletter e saiba tudo sobre automação!

Receba novidades sobre o mercado da automação, nossas soluções e as ações mais recentes envolvendo a Altus diretamente no seu e-mail.