Tecnologia Altus moderniza navios da frota nacional e de países vizinhos

Tecnologia Altus moderniza navios da frota nacional e de países vizinhos

23 Jul 2019

No início do mês de julho, a Marinha do Brasil anunciou um conjunto de concorrências para aquisição e reforma de navios com o propósito de renovar sua frota, iniciativa que contará com a tecnologia Altus. A SKM Engenharia, nossa parceira especialista em soluções para as indústrias navais civil e militar, participou como subcontratada do consórcio Águas Azuis, vencedor no programa das corvetas, e irá desenvolver, construir, instalar e dar assistência técnica a sistemas de controle e supervisão de navios militares (IPMS). Utilizando nossas soluções em hardware e software, a empresa poderá aplicar os sistemas tanto às corvetas Tamandaré quanto ao retrofit das embarcações recentemente adquiridas.

Além destas ações de renovação da frota nacional, no início do ano a Marinha já havia anunciado o estabelecimento de um acordo para fornecimento de assistência técnica, operacional e administrativa à Guarda Costeira da Guiana, país que faz divisa com os estados de Roraima e do Pará. Entre os pontos do acordo está o apoio para a modernização do GDFS Essequibo, navio patrulha comissionado à Marinha Britânica em 1985 e vendido ao país sul-americano em 2001. Assim, como o projeto das corvetas, o processo de atualização do navio guianês também está sendo conduzido pela SKM Engenharia.

A modernização em realização pela empresa fluminense envolve extensos trabalhos de adequação dos sistemas de controle do Guindaste, da Propulsão (máquinas principais e propulsores) e das Máquinas Auxiliares e Gerador de Emergência, processos cruciais para o funcionamento da embarcação. Para este projeto foram utilizados dois dos principais produtos da cesta de ofertas da Altus: os controladores programáveis da Série Nexto e o software SCADA/HMI BluePlant. Modernos e de alta velocidade, os CLPs Nexto utilizam tecnologia de ponta para proporcionar confiabilidade e conectividade, aspectos ratificados pelos principais órgãos de qualidade do mundo.

Certificados para operar em alto-mar

Entre esses órgãos está o Det Norske Veritas (DNV-GL), instituição normativa com sede na Noruega. A certificação emitida pela entidade assegura o alto nível tecnológico da Série Nexto, a qualidade de sua cadeia produtiva, a robustez de hardware e sua alta disponibilidade em aplicações marítimas, como sistemas de controle em navios, cruzeiros, cargueiros e plataforma de produção de óleo e gás. Os equipamentos da família são certificados na categoria Type Approval, cujo processo envolve o teste do sistema de desenvolvimento e produção de produtos.

Confira o registro da Altus no site da DNV-GL, bem como a relação de módulos Nexto listados, clicando aqui.