Máquinas de costura e verificação de frascos da Matisa operam com tecnologia Altus

Máquinas de costura e verificação de frascos da Matisa operam com tecnologia Altus

18 Mai 2018

A Altus continua expandindo sua atuação em meio ao mercado de máquinas, levando a alta qualidade de suas soluções para os diferentes fabricantes espalhados pelo Brasil. No início do ano a Matisa, empresa especializada na produção de máquinas de costura e empacotamento, escolheu a Altus como fornecedora tecnológica para qualificar os itens do seu portfólio de produtos. Prestes a completar 60 anos, a companhia tem um ousado plano de aumentar sua participação no mercado internacional e, para isto, procurou otimizar o desempenho de sua linha de máquinas, entregando equipamentos mais modernos capazes de garantir a integridade dos produtos do cliente final e reduzir sua taxa de desperdício.

Utilizando a alta tecnologia embarcada em nossas séries de CLPs, IHMs e inversores de frequência, em conjunto com a grande expertise de nossos especialistas da equipe de Máquinas OEM, participamos de dois projetos junto à Matisa. O primeiro foi a modernização das máquinas de costura MF-1 Especial, uma das principais linhas de equipamentos da empresa paulista. Neste projeto, além de adequar os produtos às diretivas impostas pela NR-12, os engenheiros da Altus criaram um novo controle de sincronismo eletrônico capaz de comunicar com as balanças das nove células de pesagem dinâmica, dando mais agilidade aos processos de seleção, medição de tamanho, pesagem e costura dos bens.

Nova linha de verificadoras de frascos

Outra iniciativa liderada pela Altus junto à Matisa foi a criação da sua nova família de verificadoras de frascos. As máquinas, que estão em fase final de desenvolvimento, serão inseridas em uma linha de rotulagem e preenchimento de frascos, onde serão responsáveis pela verificação de peso e estética do material. Os frascos entram na máquina através de uma esteira lateral e têm sua massa verificada pelo sistema de pesagem, que conta com uma célula de carga e uma balança comunicando em Modbus RTU. O resultado então é analisado pelo controlador programável para verificar se está de acordo com as variáveis pré-programadas através da IHM X2 Base embarcada no sistema. 

Após serem pesados, os produtos passam pelo sistema de verificação estético, onde, através da análise de imagens capturadas por uma câmera, o CLP determina se estão de acordo com o padrão desejado. Com o resultado dos dois testes, peso e imagem, o controlador determina se os frascos podem seguir para a próxima etapa da linha de produção ou devem ser descartados. A máquina também conta com três inversores de frequência da Danfoss, parceira da Altus no segmento de drives, para controlar a rotação da base giratória utilizada no processo de captura de imagem e a rotação das esteiras e escovas de limpeza.

Com a palavra, o cliente

Nivanor Branco, Gerente de Engenharia da Matisa, destaca que a expertise de nossos especialistas em conjunto com a qualidade e a facilidade de utilização de nossos produtos foram um diferencial para a fabricante de máquinas ter escolhido a Altus como fornecedora tecnológica para estes projetos. Com foco no mercado alimentício, as primeiras três unidades da nova verificadora de frascos serão entregues nos próximos meses.