Indústria cafeeira utiliza CLP Nexto Xpress para otimizar linha de produção

Indústria cafeeira utiliza CLP Nexto Xpress para otimizar linha de produção

30 Abr 2021

Maior produtor e exportador de café do mundo, o Brasil colhe cerca de 50 milhões de sacas por ano, o que corresponde a quase 1/3 de toda a produção mundial. Porém, mais do que seus resultados quantitativos, o café nacional é reconhecido pela qualidade dos frutos produzidos. Apreciado por seu aroma e sabor únicos, o café brasileiro é encontrado em mais de 120 países ao redor do mundo, tendo os Estados Unidos, a Alemanha, a Itália e o Japão como principais consumidores.

Além de suas características diferenciadas, o café brasileiro também é reconhecido por seu desenvolvido processo produtivo. Ao longo do tempo, os produtores nacionais desenvolveram técnicas especiais para o cultivo, investindo em tecnologias que possibilitaram a conquista do mercado mundial do produto. Hoje, parte do processo de beneficiamento de muitos cafeicultores é automatizado através das soluções desenvolvidas pela Altus.

Solução de alta tecnologia com o CLP Nexto Xpress

CLP XP315Um destes produtores de café é a Cimo, companhia com mais de 60 anos de atuação e em crescente expansão no mercado cafeeiro brasileiro. A empresa buscava um parceiro para modernizar seu parque industrial, localizado na cidade de São José do Rio Preto/SP, e encontrou nos produtos Altus a tecnologia necessária para otimizar o desempenho e garantir o controle de qualidade de sua linha de produção. 

Para entregar a performance esperada pelo cliente, a Hauke Automação, parceira responsável pelo desenvolvimento do novo sistema de automação, utilizou a tecnologia dos produtos Nexto Xpress, linha de CLPs IoT ready da Altus, para controlar dois importantes processos da unidade: pesagem e blend dos cafés. 

Conectividade e redução de custos

Com uma alta densidade de E/Ss, ampla variedade de interfaces de comunicação e suporte a diversos protocolos, o CLP escolhido para esta demanda foi o XP315. Por contar com interfaces analógicas embarcadas, o modelo requer baixo HH de engenharia para configuração e entrega elevado desempenho para leitura de sinais, resultando numa aplicação de alta performance e baixo custo.

No processo de pesagem, o CLP Xpress controla as duas balanças responsáveis por medir a quantidade de café que será utilizado e seus respectivos dispositivos de alimentação através de uma ligação analógica 4 a 20 mA. Já no blend, o XP315 tem como tarefa controlar os subprocessos que transportam o café por todas as etapas do processo. O controlador compacto da Altus é responsável por acionar as válvulas pneumáticas que ficam sob os silos de armazenagem do café e realizam a descarga do produto nas esteiras transportadoras, também comandadas pelo CLP, que levam o café até o misturador. A comunicação destes subprocessos também é realizada através de uma conexão 4 a 20 mA.

Mais controle e precisão com os produtos Altus

Além de atuar na camada de controle, o CLP Xpress também tem como função comunicar com o software SCADA/HMI BluePlantresponsável pelo sistema de supervisão da planta. A conexão entre o controlador e software de supervisão é realizado através do tradicional protocolo Modbus TCP/IP.

Quer saber como nossa tecnologia para ajudar o seu negócio? Clique aqui e preencha o formulário que nossos especialistas irã entrar em contato com você!

As melhorias implementadas pelo novo sistema de controle e supervisão possibilitam ao cliente realizar a mistura dos cafés com alta precisão e de forma automática, aumentando a produtividade e reduzindo as despesas com desperdício de insumos. Além disso, a nova plataforma tecnológica também permite que os operadores gerem relatórios de desempenho de forma rápida e atuem para otimizar a produção da planta.