P-67 começa a operar na Bacia de Santos

P-67 começa a operar na Bacia de Santos

01 Fev 2019

Teve início na manhã desta sexta-feira (01) a operação da P-67, terceira plataforma replicante da Petrobras automatizada com tecnologia Altus a entrar em operação. Com 353 mil toneladas, 288 metros de comprimento, 54 metros de largura e 31 metros de altura, a FPSO tem capacidade para produzir 150 mil barris de petróleo e seis milhões de metros cúbicos de gás natural por dia. Neste projeto, o escoamento da produção de petróleo será feito por navios aliviadores, enquanto a produção de gás será escoada pelas rotas de gasodutos do Pré-sal.

A plataforma, que foi comissionada na China e chegou ao Brasil em julho depois de uma viagem de cerca de 45 dias, está instalada na região Norte do Campo de Lula. Maior produtor do país, segundo informações da Petrobras, o Campo deverá atingir a marca de 1 milhão de barris de petróleo produzidos diariamente em 2019. Os poços da região fazem parte da Bacia de Santos, área de exploração localizada a aproximadamente 260 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, em profundidade de água de 2.130 metros.