Especialistas da Altus ministram treinamento sobre segurança funcional para ICAVI

Especialistas da Altus ministram treinamento sobre segurança funcional para ICAVI

20 Fev 2018

No final de janeiro, uma equipe formada por alguns de nossos especialistas esteve no município de Pouso Redondo, região central de Santa Catarina, ministrando um treinamento de operação e manutenção em malhas de segurança funcional para colaboradores da Icavi – Indústria de Caldeiras Vale do Itajaí. Recentemente, a empresa, especializada na produção de caldeiras, adquiriu um conjunto de módulos da linha Nexto Safety, solução da Altus para segurança funcional. O sistema no qual a solução será aplicada irá controlar a nova caldeira da planta de beneficiamento de soja da Bianchini na cidade de Canoas, Rio Grande do Sul.

A solução Nexto Safety

Os controladores programáveis da Série Nexto possuem um conjunto exclusivo de módulos para utilização em malhas com requisitos de segurança funcional. Concebida com alta tecnologia em segurança e integridade para diferentes tipos de aplicações, a solução Nexto Safety foi criada com o intuito de minimizar a probabilidade de falhas perigosas no desenvolvimento de projetos e na fabricação de produtos. Produzidos com a mais alta tecnologia em segurança, os produtos da linha possuem ISO 13849-1 (Cat. 4 PLe.) e são certificados pelas normas IEC 61508 e IEC 62061 (nível até SIL 3).

A solução de segurança funcional da Altus é formada por uma CPU segura (NX3810), módulo de entradas digitais (NX1800) e saídas digitais (NX2800). A integridade dos dados é garantida pela utilização do protocolo seguro PROFIsafe, que reduz a probabilidade de um erro na transmissão de dados entre um controlador e um módulo de E/S segura acontecer. 

Sobre a Bianchini

Com sede em Porto Alegre, a Bianchini é uma empresa nacional de capital fechado que atua no ramo industrial de extração de óleos vegetais, produção de farelos e biodiesel a partir do processamento da soja. A companhia possui duas fábricas localizadas nas cidades de Canoas e Rio Grande, no Rio Grande do Sul, que, juntas, têm capacidade de processar até 1,5 milhão de toneladas anualmente. Além disso, a empresa dispõe de um terminal marítimo e 11 postos de recebimento para armazenagem e distribuição de grãos espalhados pelas sete macrorregiões do estado.

Hoje, cerca de 70% do processo produtivo da unidade de Rio Grande e parte dos postos de recebimento da empresa operam através dos produtos e tecnologia de engenharia Altus.